A geração de resíduos na arquitetura

Eu já tinha feito um post relacionado a sustentabilidade antes, mas nos últimos dias me deparei com um outro assunto: a gestão do meio ambiente.

Todos sabemos que é imprescindível a busca de melhores formas de construir para que o planeta não se degrade ainda mais, porém com o crescimento populacional é difícil não pensar em um “desenvolvimento sustentável”. Mas o que é ser sustentável? Além dessa pergunta que tentei responder no post que comentei lá em cima, uma das melhores formas de ajudar é pensar na reciclagem de materiais.

Centro_mesa_galeria_decoreba_arquitete_suas_ideias_sustentabilidade (2)

Os recursos naturais do planeta são finitos. A definição de recurso quer dizer que algo pode ser explorado para geração de lucro, mas se explorado demasiadamente, ele pode vir a acabar. Sabemos que a construção civil utiliza milhares de toneladas de materiais todos os anos, dos mais variados tipos, mas o desafio hoje é tentar fazer com que as construções se tornem sustentáveis. Para isso é necessário a redução do consumo desses materiais, a redução dos resíduos gerados, a preservação do meio ambiente e a reciclagem daquilo que seria jogado fora.

E um dos meios para melhorar esse déficit que temos com meio ambiente é reutilizar o que podemos, para que não haja o descarte desnecessário de materiais. O principal passo para melhorar é pensar melhor os materiais já na etapa de projeto, para depois otimizar a construção da obra e por fim cuidar até da parte dos materiais que vão decorar a sua casa.

Falando da parte de interiores, quero convidar a todos os leitores a acessar o site da Galeria Decoreba. O Blog Arquitete suas Ideias tem o prazer de anunciar essa parceria, focando em produtos que utilizam materiais reciclados ao mesmo tempo que ajudam a comunidade.

As peças em questão que me refiro hoje são centros de mesa feitos com papel machê reciclado, água, cola branca, verniz, fibra do tronco e cordinha da palha seca, ambos retirados da bananeira.

O papel machê é reciclado ficando de molho em água, depois a massa é triturada, prensada e batida com cola branca. As fibras são extraídas do tronco da bananeira descartado por produtores após a colheita de bananas, depois cozida em panelas de pressão por 12 horas até se tornarem maleáveis. Por fim a cordinha da fibra da palha seca é retirada do tronco e trançada manualmente.

O que antes seria descartado no meio ambiente passa a ser reciclado recebendo um novo uso. A peça é prensada manualmente em moldes e depois é seca naturalmente ao sol. Depois, é envernizada para um melhor acabamento e durabilidade. Para finalizar em algumas peças são utilizadas técnicas de pintura, com tinta a base de água, cola branca e pigmentos naturais de terra e em outras técnicas de costura para dar o acabamento com as cordinhas da bananeira.

A Cooperativa da qual fazem parte várias oficinas, entre elas a “Oficina Gente de Fibra”, é composta por artesãs lideradas pelo idealizador do projeto, o artista plástico Domingos Tótora. Atualmente são 20 associados da Cooperativa, mas da Oficina Gente de Fibra são em torno de 12 artesãos.

Gostou das peças? Pois saiba que para os leitores do Blog há ainda uma surpresa: com o código do cupom promocional “ARQSUASIDEIAS” você garante 5% de desconto nas compras acima de R$200,00 no site.

Curtiu? Acesse o site e veja outros diversos produtos que eles oferecem!

Cupom promocional 2

 

Anúncios

3 responses to “A geração de resíduos na arquitetura

  1. Concordo, se temos essa capacidade de modificar as coisas para que sejam uteis, por que não? Se estamos ajudando o planeta com menos lixo jogado nos rios e na terra, tudo é valido. Mas é claro, que um pouco de ideias ajudam a reciclar esses materiais.

    Móveis Planejados

    Abs

    Gostar

      • Hiroshi, concordo, mas as vezes temos todo o material mas não sabemos como transformar. Por isso achei muito legal este post, muito bom. Parabéns pela iniciativa.

        Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s