Você dormiria numa prisão? E se fosse um luxuoso hotel!?

Por 151 anos o Het Arresthuis não foi um local que você gostaria de passar a noite, muito menos dar uma volta por lá, caso pudesse evitar. Bem, para as pessoas que iam para lá, não havia escolha, se não ir para uma das prisões mais temidas da Holanda.

Prisao_reforma_hotel_Holanda_arquitete_suas_ideias_01

Mas, após fechada para sempre, alguns designers compraram a ideia de renovar o antigo prédio e a oportunidade inovadora veio para reabilitar uma estrutural anti-social esquecida por muitos.

Então agora os visitantes do Het Arresthuis (literalmente A Casa de Julgamento) não estão mais pagando suas contas para com a sociedade, mas sim para o gerente deste luxuoso hotel.

Prisao_reforma_hotel_Holanda_arquitete_suas_ideias_02

Prisao_reforma_hotel_Holanda_arquitete_suas_ideias_03

Os hóspedes podem dormir em uma das 105 antigas celas, que foram convertidas em 40 quartos, incluindo 4 suítes nos antigos escritórios do diretor e demais câmaras. As suítes até tem nomes especialmente escolhidos para cada uma: O carcereiro, O advogado, O direto e O Juíz.

Isso me lembra muito restaurantes temáticos que são criados ao redor do mundo, inclusive como se fosse prisões, mas essa ideia é realmente utilizar um espaço antes renegado pela sociedade e transformá-lo em um ponto turístico. Seria como se em vez de demolir o Carandiru, criar um hotel entre as grades. Talvez o clima pesado evitaria muitas pessoas de se hospedarem por lá…

Prisao_reforma_hotel_Holanda_arquitete_suas_ideias_04

Neste prisão na Holanda, naturalmente as celas foram confortavelmente reformadas, sendo usadas três antigas celas para cada quarto do hotel. E diferente dos antigos ocupantes as pessoas tem acesso a internet e serviço de quarto (se bem que nos presídios brasileiros eles também tem acesso a internet, celular, mas enfim…)

Além dos quartos foram criados saunas, salas de ginásticas, pátios e jardins para que os hóspedes possam, como em qualquer outro hotel, aproveitar a estadia. Agora, por vontade própria e até pagando para ficar no Het Arresthuis.

Fonte: Architizer

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s