Como abrir o seu próprio escritório de arquitetura, parte 2

escritorio_arquitetura_dicas_arquitete_suas_ideias

No post de hoje, continuo com mais algumas dicas para se dar bem na hora de montar seu escritório. Não será fácil, nem rápido, mas se não fosse assim, nem teria graça não é mesmo? Confira as dicas a seguir:

Não leu o primeiro post sobre o assunto? Então confira as 5 primeiras dicas antes de continuar lendo este artigo.

6. Considere trabalhar de graça ou por quase nada, pelo projeto que valha a pena.

Você está começando na carreira de uma vida. O que você tem para mostrar? Pouca coisa. O que você pode dar? Horas de trabalho. Então se você conseguir trabalhar em um projeto que dará um retorno para o seu nome, apenas faça. Por exemplo, um restaurante é um local visto por muitas pessoas diariamente. Caso tenha a chance de participar, mesmo que de graça, ou juntar-se a outro escritório que esteja fazendo o projeto por um salário mais baixo, de um projeto que você veja que terá muita visibilidade, é altamente recomendando fazer isso. Além do mais, você é jovem e de uma maneira ou de outra sobreviverá a isso. Seu futuro agradece.

Fazer um trabalho para ter visibilidade, mesmo que não pague bem, mas que será muito bom e sairá na mídia muitas vezes, significa também que a mídia falará muitas vezes sobre seu projeto. Esse é um dos melhores jeitos de conseguir outros trabalhos, fazer com que as pessoas falem sobre seu trabalho. E é falando sobre seu trabalho que elas estarão promovendo seu nome por ai a fora.

7. Participe de concursos e competições

O número de participantes que concorrem é menor do que você imagina – e um pouco de trabalho duro pode valer, e muito, a pena. Há oportunidades onde você somente precisa submeter alguns renders e um conceito. Isso fará com que seu trabalho seja publicado, algumas vezes em revistas, algumas vezes somente on line. Mas você nunca sabe que estará lendo essas publicações. Pode ser algo pequeno, porem é algo escrito sobre seu trabalho, haverá desenhos, renders e comentários na internet para quem quiser ver. Isso lhe dá um corpo de trabalho, algo para dizer “está la, é só conferir”. Pode ser que você não ganhe a competição, mas é uma oportunidade para tonar-se conhecido.

8. Invista em uma boa fotografia

Para que seja impressa ou mesmo postada na web, é bom ter fotos de tirar o fôlego! Segundo Mark Cavagnero, na mídia muito do que é comentado é sobre ter imagens de alta qualidade. “O que você puder investir em uma boa foto, valerá muito a pena, mesmo que seja o seu mais modesto projeto”. Mesmo que você não consiga pagar por várias fotos, você ainda pode extrair o máximo das que conseguir tirar. Caso tire 5 ou 10 boas fotos, se elas tiverem uma alta resolução você ainda pode cortá-las e ter como produto final várias boas fotos de detalhes. “Você normalmente consegue fazer com que um projeto simples pareça muito melhor”.

Ache um fotógrafo que entenda sua visão. Comece uma relação com um fotografo que você realmente goste, cujo trabalho lhe agrade e que entra em sintonia com o seu. Os bons fotografos escutam o que você que falar e o que quer passar através da sua arquitetura, e não somente vão entrando na obra e começam a tirar fotos. Eles vão querer mostrar através das fotos o melhor do que você queria transmitir em seu projeto.

9. Use a internet, ela é sua amiga

A nossa geração já é outra, ela está ligada quase 24h por dia na internet. Mas você ficaria surpreso em saber quantos escritórios de arquitetura não tem um site decente na internet. E você, ja tem um?

Contudo, o melhor da web é ser visto por pessoas do mundo todo. Ter seus projetos on line em alguma revista significa que em qualquer lugar poderá haver uma pessoa lendo sobre você. Seja na hora do café lendo em um tablet, seja nos sites de busca procurando “arquiteto na cidade tal”. Quanto mais coisas tiver na internet mais keywords estarão relacionadas ao seu nome e ao seu trabalho. Talvez uma amizade com um editor de revista também ajude! Mas isso já é mais difícil.

E quanto mais as pessoas procurarem por arquitetura on line e você aparecer na busca, bem, o que as pessoas vão pensar: “esse aquiteto(a) deve ser bom(a) não é mesmo? Vou falar com ele(a) sobre o meu projeto”. Simples assim.

10. Transforme seus projetos pequenos em projetos grandes

Use qualquer experiência que você teve como fundamento para conseguir novos trabalhos na mesma área, mas nunca, nunca menospreze seu trabalho. Cada um dos projetos em que trabalhou, são seus projetos, seu suor e tempo que foi investido. Se um dia você trabalhou em um escritório e fez o projeto dos banheiros de um aeroporto, então você tem EXPERIÊNCIA em aeroportos e ninguém pode dizer o contrário. E não comece com “mas eu fiz somente os banheiros!” Nunca peça desculpas. Nessa hora não há espaço para ser modesto e você precisa estar confiante quando abrir sua empresa. Você está começando com muito pouco e todo o seu portfólio, seja de 5 ou 10 anos atrás, conta, pois foi você quem fez!

Os clientes, claro, sempre vão querer os “experts”. Mas ninguém começa no topo, certo? Agora, para entrar no radar deles você precisa suar. Caso tenha feito alguns projetos de restaurantes, lojas, casas, qualquer coisa no início da carreira, continue fazendo. Pois ao fazer um bom trabalho, você é indicado para fazer algo parecido para outro cliente. Com o tempo os clientes percebem que é melhor ligar para você do que para uma pessoas que eles talvez conheçam. E se você já está facilitando o trabalho deles, eles podem começar a dizer: “ Você está fazendo um ótimo trabalho com os banheiros do aeroporto, que tal se você também fizesse as salas de espera? Ou talvez o lobby?” E quando você menos esperar o trabalho começa a aumentar e junto com a experiência, quem sabe você não é chamado(a) um dia para fazer o aeroporto inteiro?

Não perca as próximas dicas, aguarde!

Fonte: Architizer, imagem

Leia também:

Como abrir seu próprio escritório de arquitetura. Parte 3

Como sobreviver ao TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)

As 10 melhores faculdades de arquitetura do mundo

Dê o seu Feedback, avalie esse post:

Anúncios

8 responses to “Como abrir o seu próprio escritório de arquitetura, parte 2

  1. Pingback: Como abrir o seu próprio escritório de arquitetura, parte 3 | Arquitete suas Ideias·

  2. sou arquiteta e urbanista e preciso de algumas ideias para se juntar as minhas, pois estou querendo abrir um escritório.

    Gostar

  3. Pingback: Como abrir o seu próprio escritório de arquitetura, parte 1 | Arquitete suas Ideias·

    • Bom dia Glaudisson, tudo bem?
      Para divulgar seu escritório, acredito que a primeira coisa a se fazer é ter um bom portfolio e um site, pois com isso ele poderá ser visualizado por todo Brasil. Participar e ganhar alguns concursos também coloca seu escritório na mídia. Além disso você pode pagar para empresas como a Google para que ao buscar escritórios de arquitetura, seu site apareça primeiro, assim como publicidade pode ajudar na hora da divulgação. Tudo tem um preço não é mesmo? Na nossa área, acredito que fazer bons trabalhos e o boca a boca servem muito bem para tornar seu escritório mais conhecido.
      Obrigado pelo comentário.

      Gostar

  4. Boa tarde!
    Estão de parabens, adorei as ideias, todas diretas ao ponto. Ainda não formei, mas ao ler, entendi que nosso comportamento hoje, dirá que profissonais seremos no futuro e isso me encheu de entusiasmo e orgulho por escolher essa profissão.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s