As diferenças entre as casas pequenas no Brasil e no Japão

Falar em ter a casa própria no Brasil, é falar sobre o sonho da maioria dos brasileiros. Mas o que podemos aprender com uma cultura tão distante e diferente como a japonesa? A resposta é simples: a arte de morar bem em pouco espaço.

Para começar, não estou dizendo que nós brasileiros moramos mal, não é isso, mas por uma lado acredito que desperdiçamos muito espaço nas nossas casas e cidades.

O povo japonês é lembrando por morar em casas minúsculas, o que difere muito da nossa realidade. Mas quais são as diferenças e o mais importante, quais são as semelhanças entre esses dois mundos arquitetônicos?

Todos sabemos que no Brasil, espaço não falta. Culturalmente temos enraizado em nossas mentes que viver uma vida pagando aluguel é desperdicio de dinheiro, mas há quem diga que ficar pagando a casa própria durante 30 anos também não é um bom negócio. Principalmente se você pegar algum finaciamento do banco, o que pode te levar a pagar o dobro ou triplo do valor da casa por causa dos juros.

Problemas de dinheiro a parte, o que quero comentar aqui é a questão do viver bem, confortavelmente. Nós realmente precisamos ter vários metros quadrados para ter uma boa casa? Talvez por questão de status, muitas pessoas “precisam” ter uma casa grande, mas também isso começaria uma outra discussão.

Os dados do Censo do IBGE de 2010 revelaram que 87% dos brasileiros vivem em casas e apenas 10% em apartamentos. A preferência por uma casa é clara, mas será que precisamos de todo o espaço que temos disponível? Será que uma casa menor e por este motivo mais barata, não seria suficiente? Todos sabemos que é muito bom ter áreas espaçosas dentro de casa, mas o fato de que ter grandes áreas inclui altos valores a serem pagos por elas. No Brasil os apartamentos estão ficando cada vez menores mas não vejo que a criatividade aumente tanto quanto os preços.

Criatividade? Sim, pois se otimizamos os espaços, esses devem ser melhor pensados para um melhor uso pelos moradores. Então, se no Brasil a realidade diz que ter uma casa própria é caro, por que não ter uma casa menor do que o habitual? Viveríamos mal? Apertados? Se continuar no jeito que está, infelizmente sim.

Penso muito nos exemplos aqui do Japão. Casas de 3m de largura, casas pequenas ou casas até sem janelas. Os japoneses vivem mal? Ou eles fazem bom uso do espaço que eles tem? Não é nada difícil ver casas em terrenos de 100 m², 50 m², enquanto que no brasil o lote normal tem 200 m², 300 m², ou ainda mais. Claro que no Japão existem casas e terrenos grandes longe dos grandes centros, mas são no exemplos onde não há espaço que nascem as melhores ideias, como a Layer House ou até mesmo na MIMA House, feita por arquitetos portugueses, baseados na arquitetura milenar japonesa.

Os japoneses aprenderam a viver com pouco espaço e aprenderam bem. Particularmente gosto muito do estilo minimalista japonês, mas conhecendo o cotidiano deles é difícil imaginar uma casa japonesa sem bagunça para todo lado. Sim, por incrível que pareça os japoneses são bagunceiros, pelo menos no que diz respeito as suas casas.

A soma de uma cultura consumista, que adora comprar coisas novas, ao mesmo tempo que não gosta de jogar nada fora culmina sem erro em falta de espaço para guardar as coisas. Mas mesmo assim eles moram em casas pequenas. Como eles conseguem?

Não precisa ser tão pequena né?

Talvez para se organizarem eles tenham criado o famoso programa 5S, mais para o mundo ver os japoneses como organizados, do que para eles mesmo usarem. Culturalmente, também as diferenças entre japoneses e brasileiros faz com que as casas e a distribuição dos ambientes sejam muito diferentes.

No Japão é comum ter um espaço que de dia tem uma função e de noite tem outra, como uma sala para tomar cha ou ver tv, que a noite transforma-se no quarto principal do morador. Coisa que no Brasil não costumamos ver. Assim como se sentar no chão para fazer refeições ou um mesmo ambiente servindo como quarto para pais e filhos durmirem juntos (não sei como funciona a privacidade nesses casos).

O Japão é um país muito prático de se morar, tanto no estilo de vida como no dia a dia. Mas há coisas que para eles são normais, mas que para nós não faria o mínimo sentido. Máquina de lavar roupas no banheiro? Escada de marinheiro para ir para o quarto? Divisão de quartos somente por diferença de altura ou biombos? Janelas fixas por quase toda a casa? Espaços estreitos ou paredes inclinadas? Esses são somente alguns exemplos de algumas diferenças na hora de projetar.

E no mais, você aprende a viver com pouco espaço e começa a perceber que não precisa mesmo de muito espaço para ter uma vida tranquila. Porém o mais importante, é que a concepção dos projetos no Japão, pode ser muito diferente do que vemos no ocidente, como se os arquitetos realmente pudessem brincar com as formas e estilos mais livremente que nós. Será que no Brasil, ao pedir um projeto o cliente espera ver uma casa, no mesmo estilo de quando ele desenhava casinhas quando criança? Medo de inovar? Falta de opções?

Temos bons profissionais, espaço, mas parece que fazer casas pequenas não faz parte do universo de muitos arquitetos. Ou será que no Brasil esses projetos ficam reservados para a minha casa minha vida? Pois ter uma casa pequena é uma coisa, e ter uma casa bem projetada é outra completamente diferente. Seria possível que na nossa cultura, exemplos japoneses de projetos, como os mostrados aqui, fossem inseridos? Talvez o modo de pensar do brasileiro esbarre em preconceitos muito maiores do que os próprios japoneses tem.

Fonte: arcoweb – aqui e aqui.

Leia tambem:

Já pensou em morar em 9m²?

Eco-casa japonesa é uma escada gigante

Arquitetura japonesa minimalista #04

↓↓↓  Não esqueça de classificar este post!!!

Anúncios

9 responses to “As diferenças entre as casas pequenas no Brasil e no Japão

  1. Hiroshii!! Parabéns pelo blog! Me deparei com ele algumas vezes pesquisando para o meu TCC! Mto bom!!! Bjos

    Gostar

  2. Pingback: Uma casa japonesa nada convencional. | Arquitete suas Ideias·

  3. Pingback: Maior festival mundial de arquitetura premia projeto do escritório japonês Nikken Sekkei | Arquitete suas Ideias·

  4. Pingback: 10 casas japonesas extraordinárias! | Arquitete suas Ideias·

  5. Pingback: Conheça a casa sustentada por galhos | Arquitete suas Ideias·

  6. Pingback: SALA INFLÁVEL LEVA ALEGRIA AOS JAPONESES | Arquitete suas Ideias·

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s